Poderíamos ter colocado “crônica de uma morte anunciada”, mas não queríamos que pensem que largamos os videogames, a série e os GIFs por livros. Mas sim, alguns lemos.

A Apple decidiu descontinuar as vendas de dois de seus players de música mais longas, o iPod Shuffle e Nano. Qual o motivo? Lógica pura: a gente ouve e guarda a música em seus celulares inteligentes. De todas formas, a marca não morreu, a Apple continua a vender o modelo Touch, que, na essência, é uma mini tablet… ou um iPhone sem linha.

Como mostra de seu compromisso com o iPod Touch, a Apple aumentou o dobro da capacidade de memória a 128 gigabytes, e o vende a 300 dólares (nos Estados Unidos). O mesmo modelo, mas com uma memória de 32 gb é vendido a us $ 200.

Os iPod Nano e Shuffle foi lançada em 2005 como uma alternativa mais econômica do produto padrão da Apple. A companhia deixou de atualizar esses modelos, desde há vários anos.

As vendas de iPod da companhia chegaram ao topo durante o ano fiscal de 2008, quando os dispositivos geraram lucros de 9.200 milhões de dólares. O então recém-nascido iPhone teve renda de 1.800 milhões de dólares no mesmo ano.

No ano passado, os ganhos do iPhone foram de 136.000 milhões de dólares, enquanto que as vendas de iPod têm diminuído a tal ponto que a Apple não informa quantidades específicas sobre esses aparelhos em seus relatórios financeiros.

Origem: tn.com.ar