A fabricante de celulares de taiwan HTC anunciou a venda de parte de sua divisão de telefones inteligentes Google por um valor de 1.100 milhões de dólares

O acordo inclui licenciamento de propriedade intelectual, e a outra metade de sua equipe de pesquisa e desenvolvimento, composta por cerca de 2.000 pessoas, disse a empresa, que espera que a operação seja aprovada pelo regulador e seja afetiva no início de 2018.

“Para o Google, o acordo vai reforçar o seu investimento e o seu compromisso com smartphones e com o negócio de hardware (…) isto mostra que o Google considera Taiwan como um nó chave para a inovação tecnológica”, disse o porta-voz da empresa, Peter Shen, em uma conferência em Taipei.

A empresa de taiwan que fabrica atualmente, os telefones Pixel e Pixel XL para o Google e espera-se que também faça o mesmo para o seu novo modelo Pixel 2.

O representante recusou a dar mais detalhes sobre o acordo, mas disse que a HTC irá desenvolver e vender telefones inteligentes sob sua própria marca. HTC leva vários anos com fortes perdas, apesar de que seus modelos ganham vários prêmios internacionais de qualidade, devido a vendas insuficientes.

Os motivos da compra

Quase todos os especialistas atribuem o sucesso dos iPhones a um fator importante: a Apple faz o hardware, a parte física, e também o software, o sistema operacional do iPhone.

o Google quer fazer o mesmo. Seus telefones Pixel são em parte isto, mas seu design é sempre um terceiro, de uma empresa que está associada com eles. Com a compra de HTC, o gigante das buscas adquiriu um computador de 2000 engenheiros que vai deixar a empresa de taiwan para ser “googlers”. Desta forma seus próximos telefones serão 100% Google.

Origem: tn.com.ar